De cabe├ža para baixo
Alta tecnologia, Made in Japan.


quinta-feira, setembro 22, 2005  


Casamento a Japonesa

O povo aqui fala que japones nasce xintoista, casa catolico e morre budista*, tudo por causa do evento. Casamentos japoneses poderiam ser completamente bacanas, nao fosse a parte em que o convidado leva uma facada de presente. Explico.

Geralmente, quando se faz uma festa de casamento, o pai da noiva, pai do noivo, os proprios noivos, sei la, alguem banca a festa e convida a quandidade de pessoas que acha que pode bancar. Aqui nao eh bem assim, voce recebe o convite e nele esta escrito o valor que se deve pagar pela "boca-livre", o que geralmente gira em torno de 70, 80 dolares. Ta, primeiro susto ja foi.

Nao tem lista de presente, cha de panela, nao se leva ou manda entregar presente aos noivos, ao inves disso, da-se, claro, dinheiro. Aih vem os segundo susto. O valor minimo pra qualquer convidado dar eh de mais ou menos 300 dolares, mais pra mais do que pra menos, bobvio, em um lindo envelope cheio de lacos dourados. Depois, os noivos te enviam um presentinho de agradecimento que geralmente sao coisas completamente inuteis e/ou bregas, como um relogio de mesa com agua dentro cujo ponteiro dos segundos eh uma tartaruga.

Aih tem o corte do bolo, discurso, agradecimento aos pais, lagrimas e a pseudo-tradicao copiada do cristianismo de acender a vela. Sei la de onde acham que casamento catolico tem isso, mas a vela ta la, uma coisa falica, no meio de um coracao de flores e os noivos vao e come on baby light my fire, enfim, um tratato de psicanalise freudiana. Fora que agora ta na moda fazer casamento em praca de alimentacao de shopping, Starbucks, estacionamento...

Eu escapei por micrometros de ir a um casamento japones (nao que eu nao queira nunca ir a um, porque acredito que todas as experiencias sao validas e antropologicamente falando eu so teria a ganhar) mas no dito momento eu tava sem grana porque tinha acabado de chegar de viagem e enfim - ufa! - escapei. Mas o relogio com ponteiro de tartaruga existe de verdade.
* valeu, Mina Minoru.

posted by Bia | 1:29:00 AM


imperdivel
minhas fotos
blogs por aih
blogs no japao
jornais
archives