De cabe├ža para baixo
Alta tecnologia, Made in Japan.


quinta-feira, janeiro 15, 2004  

Se eu fosse um numero, seria obviamente um numero primo. Um 17. Seria divisivel so por mim e, estourando, por um 1 bem especial. Seria, aparentemente, simples, como todas as pessoas normais veem os numeros primos. Todo mundo pensa isso dos primos: divisivel por 1 e por ele mesmo. Um numero egoista. Mas no fundo, no fundo, eu seria regido por leis malucas que nem matematicos* que acordam no meio da noite com seus sonhos exoticos envolvendo numeros primos entenderiam.

Misterios e curiosidades orbitariam minha pessoa.

17+1= 18, o numero que significa Vida, em hebraico.

Eu nasci num dia 17.

*Agradeco aos ceus pelo dia em que, numa crise de jet lag, peguei esse livro pra ler.

posted by Bia | 9:42:00 PM


imperdivel
minhas fotos
blogs por aih
blogs no japao
jornais
archives